A siririca na tevê e no cinema

Cena de Cisne Negro

Cena de Cisne Negro

Aos 16 anos, eu já havia acompanhado um repertório extenso de cenas de sexo vistas na televisão e no cinema. Pessoas se masturbando, no entanto, era algo a que jamais havia assistido, até ir ao cinema para ver Cisne Negro. Lá, em uma sala escura apinhada de gente – o filme foi um sucesso de bilheteria –, Natalie Portman se masturbou em uma tela de 5 metros de altura. Para mim, foi a glória. Não fosse, claro, a audiência, que se desmanchou em riso, apesar de ser uma cena dramática. Não estavam acostumados a ver uma mulher se masturbar, assim, em um filme, e não sabiam como reagir.

Continuar lendo