Como um vidrinho esmalte pode tirar sua siririca da rotina

siriesmalte

Depois de um tempo de siririca (eu mesma comecei aos 10 e hoje tenho 24), a gente consegue perceber nossas preferências, né? Onde encostar, como encostar, como mexer, com o que mexer… Os gostos às vezes mudam com o tempo, mas no geral a gente até cai numa rotina de prazer. É inclusive isso que me estimula a testar umas inovações pra ajudar aumentar meu prazer de vez em quando. “Siriricar” também é atualizar meu repertório.
Conversando com amigas e lendo bastante, eu acabo trocando dicas legais e caseiras para sentir prazer sozinha. Essa ideia de que sexualidade e prazer são totalmente privados pra mim não tem vez. Eu conto e ouço mesmo os babados da masturbação, e quero que as amigas todas se divirtam sem depender de outra pessoa pra isso. Sem vergonha de compartilhar técnicas de gozada!

É por isso que vim aqui no Xotanás contar as dicas legais que eu já testei nessa vida. Não pensem que sou do tipo de pessoa que sai esfregando qualquer coisa na xota, porque não é bem assim! Eu só faço uso daquilo que eu realmente me sinto a vontade para experimentar e só compartilho aquilo que de fato valeu a pena.

Eu nunca fui fã de manicure, por isso tenho alguns esmaltes velhos aqui que vez ou outra eu uso. Daí esses dias, depois de já estar com vontade de me tocar (a vontade aqui nem sempre é inata e às vezes eu preciso de uns estímulos visuais e tal, mas isso é papo pra outro texto), eu fui testar a tal dica do vidro de esmalte. Sabe aqueles que tem umas texturas no fundo? Pouco importa a cor, se é velho ou não, mas o que importa é o fundinho. Depois de bem limpo e lubrificado, ele pode ser um grande amigo do nosso clitóris!

Amiga, se você não tem um vidrinho de esmalte sem aquele fundo liso, pense seriamente em tê-lo. Eu não sou adepta ao vibrador com frequência, uso mais quando estou com preguiça porque eu gosto de sentir minha pele no clitóris e em tudo ali, e o legal do esmalte é a sensação diferente que ele traz. É algo que eu nunca tinha tido com vibradores, dedos e chuveirinhos na vida.

Não é pra enfiá-lo vagina adentro, mesmo porque isso não é muito saudável, ok? É só aproveitar a textura pra massagear essa linda região que existe ali só e somente só para nos dar prazer. Você pode lubrificar com algum óleo extravirgem, com o líquido vaginal mesmo ou até com cuspe, além do lubrificante comprado em farmácia ou sex shop. O que você preferir. E aí é só controlar os movimentos, a intensidade e a velocidade deles.

O mais legal de se masturbar é poder sentir como nosso corpo é incrível e reage a estímulos e texturas diferentes. A sensibilidade é algo que não tem limites. Experimente e teste a sua, depois me conta o que você achou, tá bom?

Texto escrito pela nossa nova colaboradora Manu do Bairro: Do lado feminista, esquerdopata e geminiano da força. É psicóloga nas horas livres e mãe em tempo integral. Tem certeza que esse bairro dela fica entre o mundo da lua e os países orientais. Adora boas doses de orgasmo e amor, não necessariamente no mesmo copo. No mais, passa vergonha no twitter em @_emanuelly.

Ilustração por Deixa de Banca

3 comentários sobre “Como um vidrinho esmalte pode tirar sua siririca da rotina

  1. Nat disse:

    Gente, nunca pensei nisso! E olha que tenho vários esmaltes em casa, porque super amo fazer as unhas e cuidar bem delas. Agora, acabo de descobrir que eles tem mais essa utilidade kkk
    Amei, e vou pensar se vou aderir ou não 😉

  2. Chay disse:

    Menina, teste hoje. Como só tinha ouvido o assunto por cima,não sabia muito bem como funcionava comecei usando o corpinho do vidro quando não sei pq cargas d’água virei o vidrinho e comecei a usar o fundinho, vi estrelas, apaixonei no esmalte!melhor q muito boy por aí kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *